domingo

Quero é ver o mar pegar fogo pra comer peixe frito

Wooo, novo layout, um pseudo-jornal wannabe, muito glam. Podia ter uns detalhes mais retrô,  mas acho que o Thiarles tava meio com pressa e sono e drogado quando fez *sai correndo e se esconde*. Enfim, ele está aqui [o blog, não o Thiarles] e o propósito é o mesmo; escrever quando sentir vontade, e hoje eu tô com vontade, sei lá porquê. Não sei qual porquê usar aqui, vai esse mesmo.
Sabe quando tudo ao seu redor parece estar com uma aura de shipstegvurifashoeija, que faz você olhar desconfiado, levantar uma sobrancelha e dizer "Humm, algo está muito errado aqui, só não sei o que é"? Pois é. Eu estou me sentindo assim. Com vontade de sair na rua e gritar 
"apareça, maldita coisa errada que me persegue escondida sob um véu de mistério e safadeza!" Ah, sei lá também, algo errado sempre tem, então nem adianta se incomodar. Bahhhhh também passou minha vontade de escrever. Ou não. Na verdade eu estou com vontade de escrever algo legal que me orgulhe depois, só não sei o quê escrever.
Ótimo né, mais retardado impossível: tem algo errado e não sabe o quê. quer escrever e não sabe o quê. O quê eu sei, afinal de contas? Óh céus! Só sei que nada sei. [aee filosofia de pedreiro. Ou seria de Ppedreiro? *bozo*] Pra finalizar esta porcaria de post, aonde eu falei, falei e não disse nada, vai ficar uma piadinha, oba! Queria que acontecesse uma dessas na nossa sala, de preferência na aula de Filosofia. E bem que depois podia entrar um pássaro, grande, e bicar a cara daquele professor até ele virar uma massa amorfa sangrenta e morrer em decorrência da hemorragia. Tá, parei, fui embora o/

Piadinha Gozadinha Sem Título

Um belo dia a professora entra na sala de aula e cumprimenta os alunos: "Bom dia, turma!" A turma responde: "Bom diaêêêêêee!" A professora fica intrigada, mas deixa quieto pra não rolar fuzarca. No outro dia, a mesma coisa:
"Bom dia, turma!"
"Bom diaêêêêêe!"
Um belo [outro] dia, Pedrinho faltou.
"Bom dia, turma!"
"Bom diaa!"
A professora fica estupefata frente a tamanha bizarrice alienígena, e decide tomar uma atitude sensata pela primeira vez desde que deixou a clínica de recuperação. Avisa a turma:
"Pessoal! Amanhã, quando eu cumprimentar a turma, ninguém responde! Deixem somente o Pedrinho responder, ok?"
E assim aconteceu. No dia seguinte, a professora: "Bom dia, alunos!"
E Pedrinho grita sem hesitar: "Vai se fudêêêêêee!"

5 comentários:

Taís disse...

Adoro vocês e tô com saudade da minha maninha chata ;D

Poseidon disse...

eu quero aprender a fazer meus próprios layouts tb ¬¬
piadinha infame...
o.O
abraço pra vcs o/

nara. disse...

me sinto assim praticamente todo dia. HAHA
deprimente por demais.

ou não. :)

João Paulo disse...

quero um blog pop tambem! aeauheuae

clau disse...

há!